“O prazer é sempre mais mental do que carnal…”