Capítulo 28

É ela quem tento afastar agora: a maldita culpa, que acaba comigo todos os dias em que tento respirar normalmente. Não consigo emergir à superfície porque o rosto dele está sempre à margem, esperando sua mãe voltar do inferno para lhe salvar…

No dia seguinte…

Acordo com o celular tocando. É a Méli querendo saber o que aconteceu comigo. Eu explico que estava cansada e resolvi ir para casa mais cedo. Ela me pergunta se está tudo bem comigo e diz que está preocupada… 

Para continuar a leitura acesse:

Próxima leitura -> Capítulo 29

***

Trilha Sonora: Angel (Sarah Mclachlan)

Deixe uma resposta