Capítulo 29

É certo que não gosto de falar do meu passado. Na verdade, não gosto de pensar nele… me traz dor e repúdio. Dor pelos fatos que eu não posso modificar e repúdio pela pessoa que eu era: fraca. 

E essa pessoa fraca construiu uma Anna Lara igualmente fraca, manipulada e instável.

Uma semana depois…

Acordamos com o barulho do despertador do Jota alertando-nos que o dia já havia começado há tempo suficiente para saírmos da cama que nos mantinha estáticos de um cansaço extremo. Enquanto Jota foi tomar um banho mantive-me um pouco mais no calor dos nossos lençóis, envolta nos pensamentos que insistiam em fluir para o pequeno Davi e seu sorriso de dois dentinhos. Lembrei-me de encomendar o carrinho de bebê especial para corrida com rodas grandes, para que o Jota possa retomar seus exercícios na companhia do filho pródigo. 

Para continuar a leitura acesse:

Próxima Leitura -> Capítulo 30

***

Trilha Sonora: Todo Meu Ouro

Deixe uma resposta