Capítulo 30

Olho o relógio e percebo que já passam das 15 horas. Imagino meu Jota satisfeito com seu gozo puto da escapadinha de meio-dia do escritório… não entendo o que está acontecendo comigo! Tantas vezes compartilhamos os corpos de outras pessoas e nunca tive essa sensação de posse, mas agora é diferente. Desde que recomeçamos, eu tenho visto um Jota muito mais sério, muito mais “meu”. Acho que estou ficando “careta” também… 

Para continuar a leitura acesse:

Próxima Leitura -> Capítulo 31

***

Trilha Sonora: Ana Carolina – Uma Louca Tempestade

Deixe uma resposta