Capítulo 37

O rosto de todos resplandece o terror de uma despedida triste e arrebatadora. Percebo o clima de tensão e resolvo parar para admirar um pouco da tristeza alheia, para saborear o gosto amargo que é degustado pelos que também sentem dor.

No dia seguinte…

Vou ao supermercado comprar um pedaço de carne vermelha. Me sinto uma serial killer… olho todos os pedaços de morte, plastificados junto aos pratos de isopor preto, que sustentam o sulco e o sangue lavado do animal assassinado. Começo a sentir um nó na garganta e uma vontade enorme de vomitar domina meu corpo. Vou até uma gôndola mais vazia e me agacho na tentativa de buscar um pouco de ar. Não sou eu essa pessoa que busca um pedaço de carne podre para fazer um ritual satânico. Eu sou muito melhor do que isso! Definitivamente essa versão não combina comigo!

Para continuar a leitura acesse:


Próxima leitura -> Capítulo 38

***

Trilha Sonora: Riders on The Storm – The Doors

Deixe uma resposta