Seu Banquete…

Mergulho no vazio assustador que é a sua indiferença. Meu sexo já não tem mais o mesmo gosto de antes ou está apenas morno para o seu paladar? Prefiro encolher-me na insignificância de ser mais uma no meio de uma cama compartilhada, do que perder um pouco do seu suor escorrendo pelo meu corpo sujo e usado. Sou eu, em uma versão bem mais picante, que entrega sabor em pequenas doses de euforia e excitação, para transformar sua cama em um banquete de tesão, com gozos latentes de sobremesa, a serem servidos a quem quiser se saciar…