Puritana

Não venha me dizer que você me acha vulgar, afinal você adora meus movimentos, meu olhar, meu corpo e meu gingado…

Não Diga Nada…

Não diga nada, apenas escute meus gemidos, sussurrados em doses promíscuas de prazer e pecado…